/ Notícias

Estudo sobre tratamento para alopecia vence 3° edição do prêmio Renata Thormann Procianoy

17 de junho de 2021 – Nesta quarta-feira (16), o público pôde conhecer a pesquisa vencedora da premiação Renata Thormann Procianoy, idealizada pelo Instituto Projeto Cura. A investigação, intitulada “Estudo randomizado com uso de aquecedor elétrico de mãos versus observação para reduzir o desconforto durante o resfriamento do couro cabeludo, para prevenção da alopecia induzida pela quimioterapia”, é liderado pela Dra. Luciana Landeiro e estuda meios de proporcionar conforto geral e térmico para pacientes com câncer de mama que utilizam resfriamento no couro cabeludo durante seu tratamento com quimioterapia como forma de evitar a Alopecia Areata (queda de cabelo). A solenidade com a entrega do prêmio aconteceu dia 16 e foi parte da programação do Best of ASCO 2021 Annual Meeting – Edição Brasil.

Perfil da vencedora

Mulher e nordestina, Dra Luciana Landeiro possui como principal linha de pesquisa o câncer de mama e tumores ginecológicos. A doutora iniciou sua trajetória como bolsista em um grupo de pesquisa em hepatologia da Universidade Federal da Bahia. Anos depois, em sua residência em oncologia, focou os seus esforços na melhoria da qualidade de vida dos pacientes oncológicos.

Além disso, realizou pós-graduação em pesquisa clínica pela Harvard Medical School. Em seguida, Luciana se tornou doutora em Oncologia Clínica pela Universidade de São Paulo e escolheu a linha de pesquisa Survivorship, em que avaliou taxas de retorno ao trabalho em pacientes com câncer de mama.

A Dra Luciana Landeiro é membro da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC); da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) e coordenadora do Núcleo de Pesquisa do Núcleo de Oncologia da Bahia (NOB) / Grupo Oncoclínicas.


Sobre a pesquisa

O trabalho foi desenvolvido dentro da área da qualidade de cuidado de pacientes com câncer de mama e foi idealizado de forma conjunta entre a Dra Luciana Landeiro e Dra. Clarissa Mathias. A população do estudo foram pacientes com diagnóstico de câncer de mama inicial, localmente avançada.

Os voluntários da pesquisa foram submetidos a resfriamento do couro cabeludo durante o tratamento com quimioterapia como forma de prevenir o efeito adverso da Alopecia, que é a queda de cabelo. No estudo, os pacientes foram randomizados, na razão 1 para 1, para intervenção com uso de aquecedores elétricos de mãos versus observação durante o resfriamento do couro cabeludo. O objetivo principal foi avaliar o conforto geral dos participantes através da avaliação de conforto e sensação térmica.

Os resultados desse estudo piloto sugerem que o uso de aquecedores de mão têm um impacto favorável e consistente no conforto geral e térmico entre pacientes com câncer de mama que utilizam resfriamento no couro cabeludo durante seu tratamento com quimioterapia. Tais resultados são um indício inicial de que um dispositivo simples pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes e talvez reduzir interrupções no tratamento com a touca térmica.

Poster apresentado

História do Prêmio Renata Thormann Procianoy

A premiação foi lançada pelo Instituto Projeto Cura em 2019 durante o Best of ASCO e presta homenagem à história de Renata Thormann Procianoy que dedicou dois anos da sua vida ajudando sua mãe, Nora Thormann, a encontrar um diagnóstico correto e o tratamento para um câncer de mama. Nora recuperou-se ao ser recrutada para uma pesquisa coordenada pelo médico Dr. Roberto Miranda no hospital MD Anderson, da Universidade do Texas, EUA.


O Instituto Projeto Cura agradece especialmente à Cristália por incentivar pesquisas através do apoio a 3º edição do prêmio Renata Thormann Procianoy.

Texto por Letícia Barbosa

Com informações de: Best of ASCO 2021 Annual Meeting – Edição Brasil

Conheça a página de doações do Instituto Projeto Cura e descubra como ajudar!  É só clicar aqui!