/ Notícias

Os riscos do cigarro em meio a pandemia de COVID-19

31 de maio de 2021 – De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o uso do tabaco causa 8 milhões de mortes todo o ano. Para conscientizar a população dos riscos do cigarro o dia 31 de maio é marcado como Dia Mundial sem Tabaco. A data, já carregada de importância, torna-se ainda mais essencial, pois evidências recentes mostram que fumantes são mais propícios a desenvolver casos severos de COVID-19 e vir a óbito.

Em 29 de abril de 2020, uma revisão de estudos por especialistas em saúde pública convocada pela OMS descobriu que os fumantes são mais propensos a desenvolver versões mais graves do coronavírus, em comparação com os não fumantes. Isso ocorre porque o COVID-19 é uma doença infecciosa que ataca principalmente os pulmões e o tabagismo é um fator de risco para muitas infecções respiratórias, porque prejudica o pulmão, o que aumenta a gravidade das doenças respiratórias. Ou seja, fumar diminui a função pulmonar, tornando mais difícil para o corpo lutar contra o coronavírus e outras doenças.

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o tabaco também tem relação com aproximadamente 50 enfermidades, dentre elas vários tipos de câncer (pulmão, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia), doenças do aparelho respiratório (enfisema pulmonar, bronquite crônica, asma, infecções respiratórias) e doenças cardiovasculares (angina, infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial, aneurismas, acidente vascular cerebral, tromboses). Tais enfermidades são as comorbidades que tanto ouvimos falar nos noticiários, as quais colocam as pessoas em maior risco, caso sejam afetadas pelo coronavírus.

Diante desse quadro, torna-se imprescindível procurar meios para superar o cigarro, não só porque ele deixa quem o usa mais vulnerável ao COVID-19, mas por seu uso por si só causar diversos males à saúde. O desafio é árduo, porém o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento gratuito para aqueles que desejam parar de fumar. A iniciativa é realizada através do Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT). O programa é viabilizado pelo Ministério da Saúde em parceria com o INCA e se estende por todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. Clique aqui e saiba onde você pode encontrar tratamento contra o tabagismo perto de você.

Com informações de: Organização Mundial da Saúde e Instituto do Câncer Brasil

Conheça a página de doações do Instituto Projeto Cura e descubra como ajudar!  É só clicar aqui!